quinta-feira, 22 de julho de 2010

Retratos do nosso tempo


Eu não sei o que faria sem você. Só você me considera; seja do jeito que for é você, o meu abrigo, o meu retiro, a minha proteção quando meu mundo desaba.
Venho guardando retratos,
bilhetes, folhas,
arquivando conversas
e fico às vezes a rever algumas dessas coisas.
Sinto cheiro de saudade desse nosso tempo que vai passando
Visualizo o futuro amarelado de nossas fotografias,
o esfarelar dos papéis
Só não poderei eu sentir a frieza de nossa amizade,
mesmo que haja separação pela distancia
está tudo arquivado na minha memória,
no meu peito fechado e você lá dentro.
Meu baú de recordações
são risos, choros e emoções
que me constroem.


PROJETO SÍLABA TÔNICA 8ª edição