quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Alvoroços

Talvez se algum dia você comesse um doce estragado,
ou embarcasse num ónibus quebrado...
E ficasse de estômago mexido ,
perdido na estrada...
te apeteceriam meus gostos, e os esgarros insanos,
e entenderia minhas noites mal dormidas
minhas manhas mal acordadas
e o pesar da minha rua parada
porém de sentimentos alvoroçantes
que correm e assobiam por todos os lados,
que espetam-me a carne dia após dia.

mas enquanto vou e volto
no correr do sol,
me prendo e me solto
você fica.
e a rua parada,
coisas passando, voando,
como essa fumaça
que sai da tua boca
que esvoaça e some

..esvoaça e some .